Procurar por:
Rinoplastia

O nariz é o mais importante traço humano, cuja forma influi na configuração estética da face. É uma estrutura anatômica, situada no meio da face relacionada com a importante função respiratória. A forma do nariz é geralmente utilizada na descrição de uma pessoa. O nariz adquire forma adulta após puberdade e muda progressivamente no envelhecimento.

Anatomicamente o nariz é constituído de osso nasal, processo frontal da maxila e cartilagens alares, triangulares e septal. A cobertura cutânea na ponta nasal é aderida firmemente as cartilagens alares, enquanto que no osso e cartilagens laterais é relativamente móvel.

O dorso é essencial marco externo do nariz; o ângulo naso- frontal é a área onde o nariz se une ao osso frontal, a raiz do nariz. A ponta do nariz é formada pela junção das cartilagens alares e a columela pelos ramos mediais. A columela forma um ângulo de diversa amplitude com o lábio superior.

ESTRUTURA DO NARIZ

1 – Pele

2 – Cartilagens triangulares e alares

3 – Ossos próprios do nariz

4 – Septo Nasal

Harmonia e simetria são elementos da beleza que são universais.

Anatomia e suas variações

O nariz é 0 mais importante traço da raça humana, cuja forma influi na configuração estética. Existem vários tipos de forma do nariz; como nariz aquilino( nariz de dorso alto), de ponta proeminente (Pinóquio); nariz de dorso deprimido(nariz em sela), desviado, etc. Além disso, alterações funcionais em virtude de septo nasal desviado, que dificulta a passagem do ar.

Anatomicamente o nariz é constituído de osso nasal, processo frontal da maxila e cartilagens alares, triangulares e septal. A cobertura cutânea na ponta nasal é aderida firmemente as cartilagens alares, enquanto que no osso e cartilagens laterais é relativamente móvel.

O dorso é essencial marco externo do nariz; o ângulo naso- frontal é a área onde o nariz se une ao osso frontal, a raiz do nariz. A ponta do nariz é formada pela junção das cartilagens alares e a columela pelos ramos mediais. A columela forma um ângulo de diversa amplitude com o lábio superior.

As variações anatômicas do nariz são determinadas por cinco elementos: tipo da pele, camada fibrogordurosa, cartilagens alares, base da asa e pirâmide nasal.

Tipos de Nariz

Existem vários tipos de forma do nariz; como nariz aquilino – nariz de dorso alto, ponto proeminente (Pinóquio); nariz de dorso deprimido (nariz em sela), desviado, etc. Além disso alterações funcionai em virtude de septo nasal desviado, que dificulta a passagem do ar.

Nariz de Pinpchio ou de Ponta Proeminente

Nariz Grego

Nariz Aquilino

Nariz em sela

Nariz negróide

Nariz Oriental

NARIZ DE FISSURADO ( LÁBIO LEPORINO)

A Rinoplastia é uma cirurgia corretiva do nariz que visa melhorar sua aparência, sem perder ou diminuir suas múltiplas funções, como aquecer, umidificar, filtrar o ar inspirado e expelir as impurezas e a olfação. É uma das mais complexas dentre as cirurgias faciais.

Qual a idade ideal? Deve ser feita quando a pessoa adquire a maturidade física, o que ocorre após 14 ou 16 anos de idade. É um órgão que sofre mudanças com o envelhecimento, a começar pela pele.

Objetiva Harmonização nariz- face



Consulta – Geralmente o paciente informa que não gosta de olhar no espelho por causa do nariz. E traz fotos e desenhos de seu agrado.

Exame físico

Aqui o cirurgião faz o diagnóstico e define a técnica cirúrgica adequada. Avalia o perfil psicológico.

– Definição da técnica cirúrgica é centrada para o equilíbrio nariz – face, isto é, na harmonização facial. Além disso, a função respiratória é parte importante tanto quanto a estética.

– Avaliação do perfil psicológico.

– da base e comprimento nasal

– do perfil nasal

– Septo e conchas

– Exames pré operatório:

Exame laboratorial

Tomografia do nariz

Materiais para preenchimento: Cartilagem do septo nasal

Cartilagem auricular, costal

Aponeurose muscular ( do temporal)

Osso

Principal foco: Harmonização nariz-face

Demarcação

Anestesia local ou geral

Itens cirúrgicos:

Redução do dorso nasal

Redução da ponta nasal

Encurtamento da cartilagem septal

Estreitamento da pirâmide nasal

Fechamento (sutura) das incisões

Tempo cirúrgico: 2 a 3 hrs

Internação: 24 horas

Curativo: atadura de gesso 7 dias

Tamponamento nasal: 24 a 48 hs

Manutenção do esparadrapo: duas a três semanas

Resultados

Três semanas 70% de regressão do inchaço
Seis a oito meses; resultado definitivo.

Rinoplastia de aumento

Nariz oriental

Muitas orientais têm o dorso do nariz achatado, o chamado nariz asiático e querem aumentar para dar equilíbrio maior ao perfil .

Tecnicamente seguem-se os mesmos princípios de uma Rinoplastia.

Quanto ao material a ser utilizado pode-se optar pelo osso autógeno do próprio paciente ou material aloplástico, que não é do paciente. O primeiro apresenta melhor fixação no leito que o último.

Qualquer que seja o material utilizado o mesmo precisa ser esculpido adequadamente no sentido de promover o aumento planejado. Quase sempre é necessário modificar a formas das cartilagens alares e triangulares. Da mesma forma a columela tem que ser adaptada adequadamente.

Nariz negroide

Geralmente a ponta nasal é alargada e achatada
Com adequada adaptação das técnicas consegue-se bom resultado.

Alguns resultados

Nariz Oriental

Nariz Aquilino

Blefaroplastia – Cirurgia Palpebral

“O olhar pode transmitir, de forma particular, aspectos de personalidade e dos sentimentos de um indivíduo e pode modificar-se com o envelhecimento” A blefaroplastia, também conhecida como cirurgia das pálpebras teve início muito tempo atrás, 10º século – na Arábia com Avicenne). Desde então, diversos autores descreveram
técnicas com a mesma finalidade de melhorar a aparência das pálpebras superiores, das pálpebras inferiores, ou de ambas, preservando as funções. Atualmente, é uma das cirurgias mais realizadas.

As causas da deformidade palpebral são a hereditariedade e o envelhecimento. Além disso, afecções alérgicas, doença renal crônica, afecções tireoidianas.

É provavelmente o mais procurado procedimento em cirurgia plástica.

A cirurgia proporciona aparência rejuvenescida na área ao redor dos olhos, fazendo com que o olhar pareça mais descansado e alerta.

Remove o excesso de depósito de gordura que aparece como inchaço nas pálpebras; Pode ser realizada concomitantemente com cirurgia de rejuvenescimento facial.

As principais causas da flacidez palpebral são: alergias, doença renal crônica, alcoolismo, hemangiomas, lipomatoses e envelhecimento.

Antes da cirurgia é importante:

Anamnese – Investiga o objetivo, expectativa, cirurgias prévias na região, doenças crônicas, uso de drogas, e outras morbidades; Exame das pálpebras, e exames de todos os órgãos.

Palpebral : tipo de pele: frouxa ou flácida, nódulos, dinâmica muscular( dificuldade em abrir o olho), posicionamento do supercílios.

Os supercílios exercem grande influência no resultado estético da região;

Avaliação oftalmológica e laboratorial

Cirurgias:
Pálpebra superior: O excesso cutâneo e as bolsas gordurosas devem ser avaliadas e previamente marcadas; A ptose palpebral caracteriza-se pelo posicionamento abaixo de sua posição normal

Demarcação na pálpebra superior, que delimita o excesso de pele. Nesse tempo cirúrgico é removido gordura das bolsas
palpebrais.

O fechamento é realizado com fios de Nylon 6-0. – Curativo simples com gaze umedecida em soro fisiológico gelado.

Demarcação da pálpebra inferior

A cirurgia da pálpebra inferior visa remover o excesso de pele e rugas finas, além das bolsas gordurosas. Em caso de arqueamento da rima em decorrência da sua flacidez é corrigida pela técnica de cantopexia externa.

O curativo é o mesmo aplicado na pálpebra superior;

Normalmente, os pontos são removidos a partir do quarto dia de pós operação; Recomenda-se usar óculos escuro e evitar o sol;
Além disso, recomenda-se fazer drenagem local pelo menos três vezes. Com o tempo, a região palpebral volta ao normal, agora rejuvenescida.

Complicações:
Temporárias: edema, contratura cicatricial, olho seco, hematoma retrobulbar ( drenagem imediata)
Duradouras: assimetria, ectrópio, ptose palpebral
Raras: enoftalmia e cegueira(0,04%).

Conclusão:
A blefaroplastia devolve ao olhar uma aparecia jovial, vivaz, menos tensa e menos cansada. Atualmente, a blefaroplastia é uma cirurgia bem padronizada, apresentando variações que dependem dos casos específicos e traz, quase sempre, grande satisfação ao paciente.

Posso te ajudar?